KPI: como os indicadores chave podem ajudar sua empresa nos resultados 

KPI é sigla usado para temos que mensuram se os processos da empresa estão caminhando para os resultados esperados, o que ajuda os gestores a tomarem as decisões estratégicas. É essencial saber lidar com esse indicadores. Se você quer ficar por dentro do assunto é só continuar a leitura!

Renata Parma
Gestão

Você sabe qual é a principal diferença entre uma micro e uma grande empresa ou o que é capaz de fazer uma pequena empresa melhorar sua performance? 

Pois bem, a melhor resposta para essa pergunta é “o resultado”. 

Um negócio inicial começa a ganhar mercado quando aprende a analisar suas ações de forma mais técnica e assertiva. Isso torna as tomadas de decisões mais fáceis, mostrando o que funciona e não funciona de acordo com os objetivos. 

Nesse aspecto, as KPIs, indicadores chaves, podem ajudar a entender e mapear quais os acertos e erros dentro de uma instituição.  

Se você quer vender mais, existe uma KPI. Se você quer ser mais reconhecido no mercado, existe uma outra KPI. Se você quer diminuir seus custos, também existe uma KPI e assim, por diante. 

Por isso, preparamos esse artigo. Aqui, você vai entender tudo o que precisa saber sobre esse assunto.   

O que é KPI?

KPI, sigla em inglês usada para Key Performance Indicator, é um Indicador-Chave de Desempenho que mede em valores quantitativos os principais processos internos de uma empresa. Assim, é possível acompanhar e melhorar o nível de gerenciamento do desempenho, além de tornar mensurável as melhores estratégias de negócios. 

Com as constantes transformações tecnológicas e aumento do fluxo de informação entre empresas e o mercado consumidor, existem milhares de indicadores que podem ser medidos.

É importante que os gestores tenham a capacidade analítica e saibam escolher quais os melhores indicadores que atendem suas necessidades. Afinal, um KPI pode ser um número ou um percentual e analisar uma infinita quantidade de informações. 

Por exemplo, se você quisesse medir quantas páginas um visitante viu no blog de uma empresa, você teria um número de visitas para analisar (ex: 3 páginas por visita). Já a taxa de rejeição da página desse blog é uma porcentagem – digamos 70%. 

Diferença entre KPI e métrica 

Sempre que falamos em algum processo interno dentro de uma empresa é comum surgirem dúvidas. Afinal, nem todo mundo domina todos os assuntos sobre administração de negócios. 

Geralmente, as KPIs são confundidas com métricas ou vice-versa. Para ter mais credibilidade em seus resultados é muito importante que os gestores e analistas responsáveis pela análise de dados saibam diferenciá-las. 

A primeira coisa que é preciso saber é: KPIs não são o mesmo que métricas, mas uma métrica pode se tornar um indicador-chave de performance.

Mas como assim?

Os KPIs são indicadores importantes para o seu negócio e o seu objetivo, enquanto uma métrica é apenas algo a ser medido. 

Lembre-se: a métrica ajuda nas tomadas de decisão dentro da empresa, guiando as estratégias de acordo com os propósitos. Se isso acontece, ela pode ser considerada um indicador de desempenho.

Se por acaso o contrário acontecer, isso não significa que ela precisa ser descartada. Nessa situação ela pode continuar atuando como uma métrica, gerando relatórios e bons insights.

Vamos explicar no próximo tópico como definir sua KPI!

Você vai gostar de ler:
Os melhores indicadores financeiros para pequenas empresas.
Como analisar as demonstrações de resultados e os balanços na sua empresa.

Como definir os KPI

Para definir uma boa KPI, é preciso ter em mente que esse indicador precisa ser relevante para as estratégias e objetivos da empresa. 

Por exemplo, não faz sentido investir em métricas que mostram um aumento no tráfego da página de destino se você quiser saber a contagem média de votos para seu público de comércio eletrônico.

Um bom gestor precisa de consistência em tudo o que faz, incluindo a escolha dos KPIs certos para o seu negócio. Para saber quais resultados são obtidos no setor que deseja otimizar, é preciso trabalhar com KPIs que estejam diretamente ligados a esses resultados.

A seguir, listamos algumas perguntas que podem ser feitas para definir quais indicadores-chave você deve. São elas:

  • Tenho um objetivo específico?
  • É possível medir o percurso para alcançá-lo?
  • O objetivo é tangível?
  • É uma meta relevante para a minha empresa?
  • Quanto tempo será necessário investir para conquistar esse objetivo?

Vale ressaltar que KPIs erradas vão apresentar resultados de setores que não têm a ver com o que a empresa está querendo mudar. Contudo, essas métricas podem mostrar uma melhora gradual nos resultados, o que é bom, mas não aponta para o ponto.

Se sua empresa quer ter certeza na hora de construir suas KPIs, vamos trazer mais um passo a passo para esse objetivo.

Vejamos!

Disponibilidade Para Ser Mensurado

Para escolher indicadores-chave para sua estratégia, é necessário que exista maneiras dele trabalhar.

Nesse caso, estamos falando da disponibilidade. Ou seja, ele precisa estar disponível, para que possa ser mensurado e analisado corretamente.

Importância Para a Base do Negócio

Parece óbvio, mas é a verdade!

Os KPIs serão responsáveis ​​por informar se as estratégias adotadas levam as atividades ao caminho correto para atingir os objetivos.

Relevância

Indicadores primários como comentários, curtidas e compartilhamentos em redes sociais não mostram resultados concretos; eles apenas parecem importantes. Foque o que realmente importa!

Esses indicadores são considerados de vaidade: números que não mostram nenhum resultado, apenas fazem a equipe de Marketing ficar satisfeita.

Ajudar em Escolhas Inteligentes

Dados e informações são a base de boas escolhas. Um bom indicador-chave deve auxiliar para que as escolhas sejam inteligentes. 

Nesse caso, não é necessário perder tempo analisando setores que não possuem relação com o objetivo final.

É preciso ter foco para fazer as escolhas mais inteligentes.

Ter periodicidade

O KPI precisa ser medido constantemente, pois isso é o que vai permitir entender o que funciona, o que não funciona e se essa estratégia está sendo interessante, além de permitir que um acompanhamento bem aproximado gere bons resultados.

Como monitorar KPIs

KPIs existem para serem acompanhados periodicamente.

A principal questão em cima disso é: qual o período mais adequado para saber se o indicador em questão está de fato gerando os resultados esperados?

Isso vai depender do indicador em si, do ritmo com que ele sofre alterações e da sua importância para o cumprimento dos objetivos estratégicos.

O KPI que analisa o faturamento por canal de vendas, por exemplo, é medido mensalmente, enquanto por vendedor ele pode ser calculado por dia.

Após entender e decidir qual o melhor momento, as empresas podem usar diversas ferramentas de Business Intelligence, planilhas eletrônicas ou, ainda, softwares para gerenciamento de projetos preparados especificamente para ofertar uma série de ferramentas para os gestores e facilita o trabalho de toda a equipe.

Quais são os tipos de KPI que você pode usar?

Com tantas possibilidades de análise, é fundamental que a empresa tenha em mente quais os tipos de KPI que seu negócio pode usar. 

Seguem, abaixo, algumas dessas principais categorias. São elas:

KPIs primários

O objetivo de um KPI primário é demonstrar de forma rápida se os objetivos estratégicos estão sendo alcançados. Por isso, também são conhecidos como KPIs estratégicos.

Imagine, por exemplo, que você queira analisar suas estratégias de Inbound Marketing e Marketing Digital. As KPI primárias desse assunto seriam:

  • leads;
  • tráfego;
  • custo de aquisição por lead;
  • taxa de conversão;
  • receita total;
  • receita por compra.

Vale ressaltar que os responsáveis por acompanhar são os diretores e coordenadores do setor.

KPIs secundários

Os KPIs secundários são utilizados para monitorar os resultados obtidos a partir dos KPIs primários, ou seja, mostram os porquês dos números obtidos na primeira métrica.

Geralmente, são analisados pelas pessoas que acompanham com mais frequência o desenvolvimento da estratégia e dos resultados.

Alguns indicadores-chave de performance secundários interessantes ao Marketing Digital são:

  • custo por lead em cada estágio do funil;
  • assinantes da newsletter;
  • assinantes do blog;
  • visitas recorrentes no blog;
  • custo por visitante;
  • origem do tráfego (orgânico, pago, redes sociais, direto, email e outros);
  • Preço médio por transação.

KPIs práticos

Se você é um analista de marketing, deve saber que existem algumas métricas que precisam ser analisadas diariamente e é exatamente isso que define os KPIs práticos. Alguns deles são:

  • pageviews;
  • páginas/visita;
  • bounce rate;
  • melhores landing pages;
  • page rank;
  • palavras-chave mais pesquisadas (de acordo com seu negócio);
  • conteúdos mais lidos/visitados;
  • tráfego;
  • visitantes (novos x recorrentes);
  • interações sociais.

O essencial dessa KPI é entender o que importa para o seu objetivo e o que vai te ajudar a entregar melhores resultados para sua diretoria.

Conclusão

Ao longo desse artigo mostramos que o mais importante é entender o que pode ajudar na tomada de decisão dentro da sua empresa. Essa é a premissa básica para a escolha de qualquer KPI e é como uma métrica se torna um indicador.

Um indicador-chave de performance precisa ser valioso para o negócio e auxiliar você e os seus colaboradores a tomar decisões mais inteligentes.

É exatamente isso que vai ajudar a manter o foco de seus esforços e medir continuamente o desempenho de sua campanha. Embora cada setor tenha seu próprio conjunto de KPIs para rastrear e apresentar aos principais interessados, o fato é que você precisa tê-los prontos e analisar regularmente o desempenho da sua empresa como um todo.

A sensio ERP conta um sistema que oferece o Lead Time, o que permite que os gestores tenham a estimativa do tempo que cada ordem de fabricação gastou nas etapas e atividades produtivas.

Você vai gostar de ler: 
Como melhorar o lead time da sua empresa.
4 fatores que afetam o lead time de uma fábrica.

Se ficou interessado é quer ver isso na prática, faça um teste grátis na nossa plataforma.

Gostou desse artigo? Então, continue acompanhando nosso blog.

Até a próxima!

Apenas conteúdo do blog, sem spam
Obrigado! Logo você irá começar a receber nosso conteúdo
Oops! Something went wrong while submitting the form.