Como reduzir os riscos de falta de estoque na sua fábrica

Para que uma fábrica seja produtiva e disponha de mercadorias a pronta entrega para atender os clientes, é necessário tomar alguns cuidados no sentido de reduzir os riscos que possam ocasionar a falta de estoque. Neste artigo, você vai entender melhor como funciona o estoque de uma fábrica e de que forma o gestor à frente do negócio pode reduzir os riscos de problemas com este controle que é tão importante para a empresa. Fique conosco!

Renata Parma
Produção

Para que uma fábrica seja produtiva e disponha de mercadorias a pronta entrega para atender os clientes, é necessário tomar alguns cuidados no sentido de reduzir os riscos que possam ocasionar a falta de estoque.

Diferente do estoque de varejo (que consiste basicamente em uma variedade de produtos prontos para venda), o estoque de uma fábrica é formado também por matérias-primas, ou seja, insumos específicos que serão utilizados na fabricação dos bens de consumo vendidos. 

Por isso, as informações do estoque de uma fábrica precisam ser ainda mais minuciosas, mostrando de forma atualizada o quantitativo correto de materiais - caso contrário a indústria pode ficar desabastecida e as consequências serão logo sentidas pelos clientes, com a produção atrasada e a perda dos prazos de entrega.

Neste artigo, você vai entender melhor como funciona o estoque de uma fábrica e de que forma o gestor à frente do negócio pode reduzir os riscos de problemas com este controle que é tão importante para a empresa. Fique conosco!


Afinal, qual a importância do controle de estoque?

Ter um controle de estoque eficaz colabora para muitos benefícios dentro de uma fábrica. Além de ser fundamental para a pontualidade da produção e entrega dos produtos, um estoque bem organizado tende, por exemplo, a evitar desperdícios. 

É fato que todas as fábricas, de qualquer porte, precisam investir em soluções que visem o aproveitamento máximo dos recursos. Mas a margem para erros é significativamente menor quando estamos falando em pequenas empresas. 

Nestes casos, um pequeno descuido (para mais ou para menos) pode gerar um grande problema, colocando em risco a saúde financeira do negócio.

Quando o estoque está em equilíbrio, o empreendimento ganha mais eficiência e fluidez na rotina e nos processos internos!

Confira abaixo algumas estratégias para manter sua fábrica a pleno vapor, sem falta de estoque. 

Priorize a elaboração de inventários

A elaboração do inventário possibilita a fábrica saber quando os produtos estão entrando e saindo do estoque, bem como a hora exata de cada operação. Ter conhecimento desse dado é a premissa básica para controlar o estoque.

A boa notícia é que existem programas de gestão com essa função, aptos para alertar quanto à validade dos itens, peças em falta, automatização de regras do estoque entre outros pontos, a depender de cada organização.

Dito isso, para garantir que as entradas e saídas estão sendo registradas, reforce essa regra por meio da comunicação interna e/ou através de treinamentos com os colaboradores.

Implemente um programa de redução de perdas

Sem dúvidas, uma das causas para a falta de estoque é justamente a perda dos materiais. Então, é preciso pensar em como manter os estoques com data de vencimento em dia, em especial na indústria alimentícia e farmacêutica.

Apesar de ser comum, essas pequenas perdas podem ser combatidas através de iniciativas simples, como:

  • Monitoramento do volume das compras;
  • Verificação as datas de validade;
  • Acompanhamento dos indicadores de controle;
  • Controle de regras fixas de estocagem.

Atente-se na hora de fechar contratos

Para fazer uma venda, você precisa ter conhecimento sobre o estoque, principalmente se a exigência do cliente é de uma entrega urgente.

Logo, a troca de dados entre o departamento comercial e as pessoas responsáveis pelo controle de estoque é fundamental para prevenir problemas como a falta de insumos.

Nesse caso, um software de gestão integrada é uma ótima ferramenta para simplificar esse processo. Afinal, imagine o quanto seria ruim ter que cancelar um pedido depois de constatar que o produto vendido não está mais no estoque.

Automatize o setor de estoque 

É fato que existem partes da inspeção do estoque que exigem um cuidado humano e portanto precisam ser feitas manualmente.

Mas a grande maioria das tarefas desse setor podem ser automatizadas graças à Inteligência Artificial, especialmente aquelas mais burocráticas e repetitivas.

Não tem segredo: o gestor preenche um padrão a ser seguido e o software cuida do controle de armazenamento, o que facilita na realização do trabalho dos colaboradores.

A automatização traz ótimas vantagens quando inserida na gestão de estoques, tanto para evitar excessos como para prevenir faltas. 

Com um bom sistema informatizado, as obrigações desse departamento serão feitas rapidamente e os funcionários terão mais tempo para focar em outras funções que sejam mais estratégicas para o negócio.

Mantenha uma “gordurinha” de estoque

O controle de estoque não pode ser visto como um projeto dentro da organização, mas sim como um processo contínuo, uma rotina, feita com constância e de acordo com a política interna de cada fábrica.

Neste sentido, é recomendado ter alguém com a função de  comprador de matéria-prima da empresa, ou seja , alguém responsável por usar os recursos do caixa conforme a necessidade de compra que precisam ser atendidas no período. 

Saber exatamente o que precisa ser adquirido ajuda o empreendimento a não meter os pés pelas mãos.  

Da mesma maneira, também auxilia o empreendedor a manter um “estoque extra”, a chamada gordura. O segredo é não exagerar na dose, afinal ninguém quer elevar os gastos nem ter um excesso na estocagem.

Conclusão

Ao contrário do que muita gente pensa, controlar o estoque  vai muito além de atividades burocráticas. Por isso, é tão importante saber como reduzir os riscos de falta de insumos na sua fábrica, até porque a prioridade é o planejamento.

No entanto, você não precisa quebrar a cabeça procurando um jeito de manter esse setor sob controle, pois felizmente o mercado já conta com soluções especializadas no controle de estoque. 

É o caso do Sensio ERP, um software de gestão que cuida de toda a parte burocrática do negócio, informando o gestor sobre a entrada e saída de matéria-prima, permitindo a geração de ordens de produção, aplicação de estoque multilocal e muito mais!

Conheça na prática o Sensio ERP. Solicite um teste grátis!


Apenas conteúdo do blog, sem spam
Obrigado! Logo você irá começar a receber nosso conteúdo
Oops! Something went wrong while submitting the form.