Como a previsão de demanda pode ajudar sua fábrica

A previsão de demanda consiste em analisar as variáveis que influenciam o setor de vendas, compras e prestação de serviços, visando ter um estoque equilibrado para atender todas essas demandas. Preparamos esse artigo para que você entenda como esse tipo de processo vai ajudar a sua fábrica. Confira!

Luiza Caroliny
Gestão

A previsão de demanda é uma ferramenta que pode ajudar a diminuir os custos de produção e controlar os preços. Isso é resultado de uma estratégia de negócio, onde as empresas tomam suas decisões a partir da análise de dados. 

O aumento da competição, local ou global, combinado com fatores econômicos externos e internos estabelecem patamares para preços competitivos no mercado. Essa reação, por sua vez, diminui as margens de lucro e disponibilidade de recursos que agregam valor à empresa. 

Todos esses fatores ampliaram a importância da Logística nas organizações e, em especial, a gestão estratégica dos estoques, visando sempre a sua redução, seu maior giro e maior lucratividade.

Para esse contexto, por exemplo, é essencial ter uma ampla sintonia com a demanda do mercado, atenção às necessidades dos clientes, otimização dos ativos fixos e redução de custos para que, assim, seja possível aumentar o desempenho e o retorno financeiro.

É nesse aspecto que entender como a previsão de demanda pode ajudar sua empresa torna-se importante. Ficou interessado nesse assunto? Então, bora para mais uma leitura!

O que é previsão de demanda?

A previsão de demanda é uma análise baseada em dados sobre as necessidades do estoque de uma loja, considerando o desempenho no passado, para assegurar as vendas futuras com menor margem de erros. 

Nesse caso, é feita uma antecipação envolvendo diversos fatores como os econômicos, financeiros e mercadológicos, permitindo que as escolhas de negócios sejam feitas de maneiras mais assertivas, com processos e estratégias mais eficazes. 

A previsão de demanda é muito importante para que os gestores de indústrias, ao identificar uma tendência na busca pelos seus produtos, consigam tomar as decisões precisas ligadas a preços, possibilidade de expansão e necessidade de mudanças no planejamento.

Com isso, se for detectado um aumento na procura, por exemplo, torna-se possível ajustar o planejamento e aprimorar as operações, reduzindo riscos e  aumentando a competitividade de mercado.

Qual a sua importância?

O setor de compras de uma empresa depende de números para providenciar os pedidos de reposição. Ao utilizar a previsão de demanda é possível suprir essas necessidades, tal como reduzir o risco de que os produtos não tenham o giro esperado. 

Além disso, há diversos outros benefícios que esse tipo de estratégia proporciona, principalmente, para pequenas indústrias.

Dentre elas, podemos citar:

Otimizar o planejamento da produção

A falta da previsão de demanda interfere no planejamento de compras, acarretando impactos e sérios problemas nas empresas relacionadas à cadeia de suprimentos e ao controle do estoque.

Controlar o orçamento destinado aos processos produtivos

Se não houver um bom controle do estoque, com acompanhamento de perto e de forma sistemática, há risco de as informações não corresponderem à realidade e afetar o fluxo de caixa.

Facilitar o planejamento da necessidade de mão de obra

Ao adotar a tecnologia certa para a previsão de demanda, é possível diminuir os gastos com mão de obra e facilitar o planejamento e controle dos estoques para os seus colaboradores. Com isso, a energia da equipe é direcionada a atividades mais complexas, o que aumenta a produtividade da empresa. 

Realizar as aquisições de matérias-primas e insumos de forma mais assertiva

A previsão de demanda analisa a performance de vendas e as oscilações do mercado para elaborar um novo pedido de compras. Quando isso não acontece, o risco de ficar com mercadoria parada no estoque sem realizar as vendas é maior. 

Otimizar a aquisição e o uso dos recursos

Através da previsão de demanda, todo o cálculo utilizado no controle de estoque se torna mais preciso. Assim, é mais fácil visualizar o dinheiro parado em função do excesso de estoque e a perda de rentabilidade com vendas baixas. 

Em seguida, é possível tomar decisões que otimizem a aquisição e o uso desses e outros recursos importantes à uma empresa.

Você também pode gostar:
Técnicas de organização do estoque físico.
Automação Industrial, como aplicar na sua empresa.

Como ela pode ser aplicada na sua empresa

Como toda e qualquer ação em uma empresa, para começar a aplicar a previsão de demanda  e otimizar suas operações de estoque é preciso planejamento.  

E se engana quem pensa que essa estratégia é simples de ser implementada, uma vez que todo o processo exige esforço, análise e alta tecnologia. 

A seguir preparamos um passo a passo para te ajudar nessa jornada. Vejamos:

1. Definir os objetivos

Definir os objetivos é uma das ações mais importantes de qualquer projeto. Assim, é possível mensurar os resultados alcançados, aumentando o desempenho de qualquer ação.

Para montar um previsão de demanda, por exemplo, um gestor pode estabelecer as seguintes metas:

  • avaliar a viabilidade de entrar em novos mercados;
  • estabelecer preços que variam de acordo com a oferta e procura - precificação dinâmica;
  • planejar e controle da produção;
  • eliminar (ou minimizar) problemas como falta e excessos de estoques;
  • identificar outras necessidades, como por exemplo, contratar mão de obra adicional ou não.

2. Definir o horizonte de tempo

Após traçar os objetivos, é preciso definir o horizonte de tempo em que os componentes necessários à produção serão realocados. 

Aqui, por exemplo, você precisa entender como o planejamento da demanda vai interferir na entrada e saída de mercadoria do estoque.

3. Definir o modelo de previsão

Para definir um bom modelo de previsão, o profissional responsável deve identificar qual é a estimativa e a metodologia mais adequada ao seu tipo de negócio. 

Para resultados mais satisfatórios, você pode escolher entre:

  • Pesquisa qualitativa

Uma pesquisa qualitativa é feita com base nas respostas dos seus clientes em relação a satisfação dos produtos da marca. Isso ajuda a entender melhor as escolhas e intenções de compra do seu público alvo.  

Esse tipo de análise é mais indicado para previsões de curto prazo , ajudando as empresas a entender os seguintes aspectos:

  • Pesquisa quantitativa

No caso de uma pesquisa quantitativa, a análise é feita com base em métodos estatísticos, o que gera mais credibilidade para essa ação. Ela é indicada, por exemplo, para projeções de longo prazo. 

Entre os vários métodos que podem ser adotados, existem:

  • projeção de tendência;
  • regressão simples;
  • regressão múltipla;
  • decomposição;
  • média móvel;
  • suavização potencial.

4. Interpretar os resultados e criar estimativas

Antes de interpretar e criar estimativas é preciso coletar os dados, a fim de mapear as possíveis tendências do seu negócio. 

Um questionário sobre as intenções de compras e o acompanhamento das mudanças mercadológicas, por exemplo, são recursos que podem ser utilizados para realizar essa tarefa.

Em seguida, os gestores podem dar início a previsão de demanda da sua empresa, de acordo com o horizonte de tempo  já pré-estabelecido. 

Em grandes empresas, é comum ter uma equipe  multidisciplinar, que acompanhe as estimativas, ofereçam diferentes pontos de vista e contribuem positivamente para um resultado mais assertivo .

A participação de profissionais da área de estoques e de custos, por exemplo, que conseguem apontar o histórico, sazonalidade e as variações no preço dos insumos, podem ser cruciais nas decisões tomadas a partir das análises de previsões de demandas.

5. Contar com a ajuda da tecnologia

Se ao ler esse artigo, você teve a impressão de que todo o processo de previsão de demanda é complexo e, talvez, impossível para pequenas indústrias, precisa dizer que há uma solução: a tecnologia é o fator que democratiza e facilita todas essas etapas. 

No geral, uma empresa teria que dispor de mão de obra altamente qualificada para realizar todas as etapas desse processo. Contudo, hoje em dia, é possível contar com ferramentas que ajudam a realizar a previsão de forma prática e acessível a todos. 

Por meio da Inteligência artificial e do Machine learning, tecnologias usadas por trás dessas ferramentas, os gestores conseguem acompanhar históricos e criar estimativas cada vez mais realistas em relação aos objetivos da empresa. 

Dessa forma, os resultados esperados são obtidos de maneira inteligente e mais assertiva, tanto para aquisição de matéria-prima quanto na negociação e comercialização de produtos manufaturados. 

A sua previsão de demanda com a Sensio ERP

Para ajudar pequenas indústrias a terem previsibilidade de compra no seu negócio, entender qual será a demanda de acordo com as características de compra do público da empresa, a Sensio ERP criou um sistema capaz de realizar essa previsões e gerar relatórios para tomada de decisões. 

Através da IA implementada em nosso ERP, é possível analisar o período anterior e apresentar a quantidade sugerida para o setor de compras realizar suas atividades com base em dados estratégicos, mantendo a disponibilidade dos produtos em estoque conforme as tendências e expectativas de vendas. 

Basta acessar o Senso e procurar pela opção Relatório > Desempenho de itens- previsão de demanda e pronto sua empresa já terá acesso um diagnóstico completo com a relação de todos os produtos da empresa. 

Vale ressaltar que por se tratar de um sistema nativo, onde todos os departamentos (financeiro, produção e vendas) serão integrados, a credibilidade desses resultados aumentam.  Aqui, você consegue acompanhar e controlar sua quantidade de estoque, o que evita a perda, falta ou excesso de mercadorias

Além de apresentar essa expectativa, a Sensio também analisa o perfil de compra dos seus consumidores e oferece, com base no cruzamento de dados, recomendações de produtos que podem ser oferecidos a empresas que tenham o mesmo perfil. 

Com isso, nossos clientes não perdem nenhuma chance de realizar novos negócios. 

Conclusão

Na prática, vemos que a inteligência artificial funciona através de softwares, assim como o Sensio, desenvolvidos para apresentar habilidades de um certo nível cognitivo, semelhante ao humano. 

Nesse caso, através de uma combinação de algoritmos, esses sistemas aprendem cada vez com as interações a longo prazo, o que aumenta ainda mais a assertividade das decisões e resultados.

De acordo com um artigo publicado no site Harvard Business Review, nos próximos 10 anos, o maior ganho dos negócios será em levar a informação certa para a pessoa certa no momento certo. Ou seja, uma tecnologia bem adotada é a chave para atingir esse objetivo com mais precisão e eficiência.

Utilizar inteligência artificial é a maneira mais eficaz de fazer isso, pois é possível realizar um investimento com a certeza de retorno. 

Sistemas verdadeiramente eficientes conseguem identificar o padrão de comportamento de potenciais leads e definir que ações são necessárias para fidelizar esse cliente. 

Bom, esperamos que tenha gostado desse artigo e que continue acompanhando nosso blog.

Até a próxima!

Apenas conteúdo do blog, sem spam
Obrigado! Logo você irá começar a receber nosso conteúdo
Oops! Something went wrong while submitting the form.